CAFÉ DA MANHÃ

"Lugar de comida é no palco.

Encontros acontecem ao redor da mesa.

Gosto de ouvir histórias e biografias.

Convido pessoas para tomarem café comigo e compartilhar as comidas que fazem parte das minhas lembranças."

Café da Manhã é uma performance criada pela artista em Junho de 2011 a partir da vontade em integrar o publico à arte e ao mesmo tempo mexer com os sentidos. 

A performance acontece em dois atos. 

Primeiro Ato

 

Sentados à mesa a intérprete e mais dois convidados da platéia tomam café com leite e comem pão caseiro com manteiga e bolo de fubá. Nesse momento historias são compartilhadas.

 

Sonhos, uma alegria ou algo engraçado.

O cheiro da comida traz alguma lembrança?

Associações?

A gente come com os olhos ou com o cheiro?

 

 A ideia aqui é realizar uma pequena entrevista com os convidados. a Artista compartilha também a sua história. Uma conversa normal, do cotidiano, como acontece ao redor da mesa nas nossas casas, em restaurantes, bares, padarias ou cafés e a qual muitas vezes não nos atemos ao quanto podemos compartilhar e/ou aprender com o outro.

Segundo Ato

A artista lê parágrafos de seus livros e conta um pouco sobre as histórias que existem por trás das linhas. 

Performance Café da Manhã apresentada na Casa Lúdica em São Paulo

Fotos por Nilzeth Gusmão

Em dezembro de 2019, durante sua estadia no Brasil, a artista apresentou a performance Café da Manhã juntamente com sua convidada especial e também artista Lidia Lisboa na Casa Lúdica em São Paulo.

A performance contou com a participação da platéia para dar forma ao famoso pão de queijo da artista e ocorreu ao som de Elisa de Sena.

No final do segundo ato a artista Lidia Lisboa leu trechos de Teodoro, o novo livro de contos de Terezinha Malaquias.

©2019 Terezinha Malaquias

by Carolina Algayer